Da mesma forma como diversas razões nos levam a desinstalar alguns componentes nativos do Windows (assunto discutido nas duas postagens anteriores), outras tantas podem nos levar a querê-los de volta. Em alguns casos, inclusive, a reinstalação é o mote da desinstalação (você entenderá melhor o que eu estou dizendo se ler as postagens anteriores).

Seja qual for o motivo, há, basicamente, dois caminhos a seguir. O primeiro, que eu recomendo, é fazer o download a partir da loja do Windows (Microsoft Store). O segundo, mais complicado e que nem sempre produz os resultados desejados, só deve ser seguida se não houver alternativa. Antes, porém, execute o Windows Update, instale todas as atualizações disponíveis e, se necessário, baixe as versões mais recentes do .Net Framework e do Visual C++. Feito isso...

CONTINUE LENDO EM http://fernandomelis.blogspot.com.br/2017/12/ainda-sobre-os-apps-nativos-do-windows.html