Como vimos na postagem anterior, o Chrome superou o festejado MS Internet Explorer em meados de 2012 e desde então se mantém no topo da lista dos navegadores de internet mais populares entre usuários do mundo inteiro. Todavia, a despeito de o Google lançar regularmente novas versões com aperfeiçoamentos e recursos inovadores, o consumo de memória é um problema de difícil solução (não só no Chrome, mas em todos os browsers disponíveis no mercado) e que não raro nos leva a reiniciar o navegador para reverter a lentidão ou contornar um eventual travamento.

Para minimizar esse desconforto, a extensão Chrome Cleaner promete automatizar a limpeza de dados cujo acúmulo compromete a estabilidade e a performance do navegador, evitando indesejáveis reinicializações e nos desobrigando de apagar manualmente o histórico de navegação, cookies, dados de sites, downloads, senhas salvas e outros itens que se acumulam durante a navegação... CONTINUE LENDO EM https://fernandomelis.blogspot.com.br/2018/02/chrome-cleaner-promete-manter-o.html