Continuando de onde paramos na postagem da última quarta-feira: a FAT 16 opera com, no máximo, 2 GB ― para aplicá-la num drive de 5 GB, por exemplo, seria preciso criar, também por exemplo, duas partições de 2 GB, além de terceira, de 1 GB, para ocupar todo o espaço disponível. Por conta disso, a Microsoft passou a utilizar a FAT 32 nas edições 95 (versão OSR2), 98 e ME do Windows, e o (bem mais avançado) NTFS a partir das edições 2000 e XP.

CONTINUE LENDO EM https://fernandomelis.blogspot.com.br/2017/11/hddssd-memoria-de-massa-do-pc-parte-5.html