Vimos que a fragmentação dos arquivos resulta da maneira como o Windows gerencia os dados no HDD, mas que acaba inexoravelmente prejudicando o desempenho do sistema. O próprio Windows dispõe de uma ferramenta que “arruma essa bagunça”, como vermos mais adiante, depois que eu tecer algumas considerações sobre o formato de arquivos NTFS, como fiz no post anterior com a FAT16 e a FAT32.

CONTINUE LENDO EM http://fernandomelis.blogspot.com.br/2017/11/hddssd-memoria-de-massa-do-pc-parte-6.html