Qualquer suíte de manutenção que se preza oferece módulos destinados tanto à correção de erros no HDD quanto à desfragmentação dos arquivos, que tendem a ser mais rápidos e até mais eficientes que as ferramentas nativas do Windows. Eu uso e recomendo o Smart Defrag, que é muito rápido, tem interface amigável e uma vasta gama de recursos adicionais, como a desfragmentação feita durante a inicialização ― de maneira a agir sobre arquivos que ficam inacessíveis quando o sistema operacional está carregado ―, a otimização, a consolidação do espaço livre, e por aí vai. Para conhecer outras opções, digite “desfragmentação” no campo de pesquisas do Blog e tecle Enter.

Mesmo que as encarnações recentes do Windows ― se instaladas em partições formatadas com o sistema de arquivos NTFS ― sejam menos sujeitas à fragmentação do que suas predecessoras ― que usavam por padrão a FAT 32 ―, convém você rodar mensalmente o Defrag ou outro desfragmentador de sua preferência, já que desfragmentações muito espaçadas tendem demorar muito para ser concluídas... CONTINUE LENDO EM http://fernandomelis.blogspot.com.br/2017/11/hddssd-memoria-de-massa-do-pc-parte-8.html