Antigamente, a gente comprava um carro novo e precisava rodar os primeiros (milhares de) quilômetros sem esticar demasiadamente as marchas ou andar em alta velocidade, sob pena de danificar os componentes internos do motor, que ainda não estavam devidamente ajustados. Somente após esse “amaciamento” é que o veículo atingia seu melhor rendimento, tanto em desempenho quanto em consumo de combustível.

Com o computador, no entanto, dá-se o contrário, ou seja, a performance tende a se degradar com o passar do tempo e o uso normal do aparelho.

Embora a gente já tenha conversado sobre essa “característica” dos PCs, não custa reforçar que é possível manter o despenho em patamares aceitáveis com uma boa suíte de manutenção ― como o System Mechanic, o Advanced System Care, o CCleaner e o Glary Utilities, dentre um sem-número de opções similares, que a gente já analisou em diversas postagens. Na falta desse recurso, convém ao menos rodar os utilitários que o Windows oferece para limpeza do disco, correção de erros e desfragmentação dos dados (já vimos “n” vezes como se faz isso, de modo que não vou me alongar sobre o assunto).

Observação: Note que usar uma suíte não só facilita o trabalho, mas também proporciona melhores resultados, até porque algumas delas (como as que sugeri linhas atrás) atuam em outras frentes, com destaque para o Registro do sistema, que deve ser mantido limpo e desfragmentado (para saber mais sobre esse importante banco de dados do Windows, reveja a sequência de postagens iniciada por esta aqui).

Mas não é só. Mesmo um sistema saudável pode ter seu desempenho melhorado mediante alguns ajustes simples. Dentre outros, eu sugiro desabilitar a indexação de busca, notadamente em máquinas de configurações (de hardware) mais modestas. Isso porque esse serviço roda em segundo plano para agilizar eventuais pesquisas que o usuário faz eventualmente, mas consome recursos do computador durante todo o tempo em que está ativo e operante. No cômputo geral, é melhor esperar um pouco mais pelos resultados de uma pesquisa ― se e quando você a fizer ― do que conviver com uma lentidão constante.

Para fazer esse ajuste no Windows 10, digite index na caixa da Cortana e clique em Opções de Indexação. Na janela que se abre em seguida, clique no botão Modificar; na próxima, faça os ajustes desejados (sugiro desmarcar todas as caixas de verificação exibidas no campo Alterar locais selecionados.

Observação: Note que esse ajuste é dispensável em computadores equipados com SSDs.

Até a próxima.