No apagar das luzes do mês de março, o sinal analógico de televisão foi desligado em São Paulo, e com ele se foram os canais de TV aberta SBT, Record e Rede TV da grade de programação dos serviços de TV a cabo ― que, cá entre nós, não deixaram saudade.

Na oportunidade, as operadoras alegaram que os canais “se recusaram a negociar os direitos de transmissão, ao contrário do que já fazem com grupos estrangeiros e até outras emissoras nacionais”.

A situação se reverteu dias atrás, por conta de uma ação da Proteste, que, em parceria com o Instituto Nacional de Defesa do Consumidor, mediou um acordo com o Simba Content, detentor dos direitos de transmissão das três emissoras, para que eles voltem a ser exibidos.

A decisão vale para NET, Claro, Embratel, Vivo, Sky e Oi.

Aproveitem. Para quem programas como o de Sílvio Santos, Marcelo Rezende, Luciana Gimenez e distintíssima companhia, é um prato cheio.