Máquinas de configuração modesta podem ter o despenho prejudicado pela abundância de efeitos visuais do sistema operacional, como transições de janelas, sombreados e outras frescuras que seriam até interessantes se não deixassem a máquina lenta. Então, caso o seu computador não disponha de uma placa de vídeo off-board, com GPU e memória dedicada, vale a pena ajustar as configurações do Windows para inibir esses fricotes. Se o resultado não lhe agradar visualmente, ou se você não notar um ganho de rendimento que justifique a perda dos “aprimoramentos gráficos”, desfaça as modificações e tudo voltará a ser como antes no Quartel de Abrantes.

O caminho das pedras é o seguinte:

― Digite performance na caixa de diálogo da Cortana e clique em Ajustar a aparência e o desempenho do Windows (também é possível chegar a essa tela via Painel de Controle, clicando em Sistema > Alterar configurações > Avançado e no botão Configurações do campo Desempenho ― note que existe uma forma mais fácil de usar o Painel de Controle, como veremos mais adiante).

― Na janelinha das Opções de desempenho, existem quatro possibilidades. Se a primeira ― Deixar o Windows escolher a melhor opção para o computador ― estiver desmarcada, assinale-a, clique em Aplicar, confirme em OK, use o computador normalmente por algum tempo e veja se houve alguma melhora no desempenho. Caso negativo, volte à tela das opções e marque Ajustar para obter um melhor desempenho, clique em aplicar e repare que o Windows irá desmarcar alguns dos diversos efeitos listados logo abaixo (animações, detalhes e enfeites). Confirme em OK confira o resultado.

Se você não ficar satisfeito, repita os passos para retornar à janelinha das opções de desempenho, marque a opção Personalizar e selecione manualmente o que deseja manter ― ou seja, deixe desmarcadas as caixinhas que correspondem aos efeitos que você acha dispensáveis. Trata-se de um processo de tentativa e erro, que exige fazer ajustes e conferir os resultados. É trabalhoso, mas eficiente. 

Veremos na próxima postagem como ativar a máxima performance e, de quebra, um recurso bem legal, conhecido como God’s Mode (Modo de Deus), que facilita o acesso a todas as funções do Painel de Controle do Windows.